María Luz Marín: “Nossa Cordilheira, a neve, o esqui e o vinho são bons complementos”

| agosto 20, 2019 << Retorno

A enóloga e dona da Viña Casa Marín visitou Portillo durante nossa Semana do Vinho, onde ensinou aos hóspedes sobre os vinhos do povoado de Lo Abarca, comentou como é cultivar tão perto do oceano e quais desafios enfrenta a indústria vitivinícola chilena.

Em 2000, María Luz Marín tornou-se a primeira mulher enóloga e dona de uma vinícola na América do Sul. Quase dez anos depois, a Viña Casa Marín é reconhecida nacional e internacionalmente pela qualidade e personalidade única de seus vinhos.

Durante nossa Semana dos Vinhos, María Luz apresentou em Portillo a história de sua vinícola, como começou e porque decidiu instalar-se a apenas quatro quilômetros da costa, no povoado de Lo Abarca. Esse lugar, que ela conhece desde sua infância, é incomum para plantar a vitis vinífera. “Eu queria romper com a hegemonia de trabalhar o vinho no Vale Central”, diz ela. Esta inovadora decisão, que trouxe consigo mais de um risco, lhe deu excelentes resultados.

No ano passado, Lo Abarca conseguiu sua própria denominação de origem, um reconhecimento à qualidade do vinhedo e do vinho que é produzido lá. Hoje, além de manter sua presença em vários países do mundo, há uma aposta no fortalecimento do mercado chileno. “Queremos que o vinho no Chile seja mais familiar, que as pessoas o associem com as refeições e com o bem-estar, com o conceito de que tomar uma taça por dia é saudável, explica Marín.

Vinho e neve: criando a identidade do Chile

“No Chile temos sorte porque temos a Cordilheira, a neve, o mar e o vinho como produtos que são conhecidos internacionalmente. Temos uma diversidade que poucos paises têm, e por isso temos que tirar proveito”, comenta a enóloga.

Tanto o vinho quanto a neve se transformaram em produtos emblemáticos do Chile nos últimos anos, mas ainda há esforços de diferentes entidades para potencializar mais essas indústrias no exterior.

“Esta imagem do Chile já existe mundo afora, mas poderia ser reforçada ainda mais. Por isso organizamos estes eventos, como a Semana do Vinho, onde associamos com mais força a neve e o esqui, que são complementos tão bons”, conclui María Luz.

SkiPortillo News